Exageros…

E quando me vem aquela vontade de chorar, eu choro. Choro mesmo, até desidratar. Quando a vontade de sorrir me invade por dentro, sorrio até sentir dor nas mandíbulas. Quando quero abraçar alguém, abraço com vontade, até a outra pessoa sentir a respiração faltar. Quando sinto uma profunda tristeza e um medo de não sei o que, desabo. Desabo mesmo, ouço músicas tristes, fico calada no meu canto. Quando tenho vontade de gritar minha felicidade, grito bem alto, com tudo que tenho nos pulmões, e deixo todo mundo ouvir minha felicidade. Não tenho medo de sentir. Quando sinto, sinto de verdade, com a alma, com tudo que tenho. Com exageros, e eu gosto disso.

***

Sobre Paolla Saraiva

"Encontrar a liberdade onde menos se espera... No fundo do tinteiro... Na ponta de uma pena" (Marquês de Sade) Ver todos os artigos de Paolla Saraiva

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: