As palavras que guardei pra ti.

Como explicar o amor?

Como explicar a saudade?

São dois pilares que, na maioria das vezes, são colocados lado a lado.

Quando alguém se vai deixa sempre um ponto de interrogação, deixa sempre lembranças, histórias pra contar.

Hoje quando acordei não tive outro pensamento em mente, queria estar perto. Olhei do lado, mas não estava mais lá. E aqueles foram momentos tão bons. Os melhores.
Queria trazer de volta, queria abraçar, desejei voltar no tempo para estar sempre perto, desejei trocar de lugar. A saudade é isso: uma dorzinha latejante dentro do peito que não tem cura. Não vai embora nunca e dói muito mais em alguns dias.

Mas de tudo que vivemos, de todos aqueles olhares, de todas as memórias, o seu cheiro ainda ta em mim.

– valeu a pena, vale a pena, sempre valerá.

O amor não termina quando passa… o amor de verdade fica sempre, fica cada dia mais. E você ficou em mim.

Te amo muito. Te amo sempre.

“Tanta falta me faz você, queria ver você lá em casa”

Nando Reis

Sobre Paolla Saraiva

"Encontrar a liberdade onde menos se espera... No fundo do tinteiro... Na ponta de uma pena" (Marquês de Sade) Ver todos os artigos de Paolla Saraiva

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: